domingo, dezembro 06, 2009

Japan in Lisbon - 12 de Novembro @ Espaço Nimas

Apresenta:



A Void Creations e o Núcleo de Programação Cinematográfica têm o prazer de apresentar a noite nipónica «Japan in Lisbon», a acontecer no próximo 12 de Dezembro no Espaço Nimas.

Estas cinco vertentes artísticas serão traduzidas na exibição do filme Madadayo, a última obra do lendário realizador Akira Kurosawa, a performance do bailarino/performer Hajime Fujita, um cocktail de sushi feito ao vivo, a exposição do fotógrafo Hiroyuki Kai, e, para finalizar a noite, o concerto da cantora e compositora Hana Kogure, um dos novos talentos da folk japonesa.

Madadayo, o último filme realizado por Akira Kurosawa, de 1993, conta a história verídica de um escritor e professor de Alemão – Hyakken Uchida – que se reforma logo antes da II Grande Guerra. A obra incide sobre a relação do professor com os seus alunos, que o acarinham e cuidam durante a velhice. Em cada aniversário, Uchida celebra com os seus discípulos, que, brindando à sua saúde, lhe perguntam se está pronto para morrer. Feliz, ele responde sempre «Madadayo!» («Ainda Não!»)



No final do filme haverá oportunidade para desfrutar da melhor cozinha japonesa feita ao vivo. Afim de criar uma viagem para todos os cinco sentidos, será disponibilizado um cocktail de sushi, sashimi, sakê e chá num ambiente decorado com bonsais.

Logo de seguida, será apresentada a performance de Hajime Fujita, bailarino e coreógrafo japonês, que tem por mote artístico a interacção do corpo com o espaço. Fujita explora a dança de improvisação e as potencialidades físicas dos lugares onde se apresenta.

A noite será encerrada com a voz trinada de Hana Kogure, cantora e compositora de folk japonês, cuja lírica incide sobre os temas mais naturais da nossa existência – um velho amor, o luar, o cantar dos pássaros.

*Artistas*

Hana Kogure

Hana Kogure é compositora e cantora de folk japonês. Nasceu em 1983 e reside actualmente em Kyoto. Compõe, canta e toca guitarra acústica desde os 15 anos de idade, tendo lançado o seu álbum de estreia –Tori Ni Naru Hi («Dia Para ser Pássaro»), da editora OFF-Note – em 2004, com excelentes críticas.

As temáticas das suas canções giram em torno da Vida, da Humanidade, da Natureza e dos pequenos prazeres quotidianos. Embora a sua música seja sempre cantada em Japonês, a força e a sensibilidade da sua voz ultrapassam qualquer barreira linguística, alcançando a alma de qualquer pessoa, de qualquer nacionalidade.

Em Portugal, apresentou-se pela primeira vez em 2008, no Porto, tendo ainda participado na performance «f/f» do bailarino e coreógrafo Hajime Fujita e no concerto de Norberto Lobo no Claustro do Museu de Olaria de Barcelos.



Hajime Fujita

Bailarino, coreógrafo e performer, nasceu em Yokohama em 1982 e estudou na Universidade de Kyoto entre 2001 e 2005. Em 2006, ganhou uma bolsa de Dança Contemporânea que o trouxe a Viena e, noutro programa, chegou a Portugal. Tem viajado por diversos países da Europa e reside actualmente no Porto.



Hiroyuki Kai

Este fotógrafo estudou Tecnologias de Informação na Universidade de Tóquio, tendo desistido para se licenciar, em 2003, em Vídeo Arte Espacial na Escola Artística de Waseda. Desde então, tem fotografado em mais de 37 países e ganhou grande visibilidade no Japão, onde já participou em diversas exposições.



Local: Espaço Nimas
Hora: 21h30
Entrada: 10€
Morada: Av. 5 de Outubro, 42B
Mapa:


1 comentário:

Ana disse...

Cheguei agora deste evento e gostei bastante. Primeira vez q vi qualquer uma das actuações, e fiquei bastante agradada ^_^
Muito bom, incentivo mais!